Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
Beiladores de las Tierras de Miranda

Beiladores de las Tierras de Miranda

Música & Festivais | Dança

Centro Cultural Malaposta

Auditório
Classificação Etária
Para todos os públicos
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2020
out
18

Sessão

18 out 2020 16:30
Dias
Hrs
Min
Seg

Duração

45 minutos

Promotor

Minutos Redondos, Lda.

Breve Introdução

De acordo com as novas diretrizes da DGS/Ministério da Cultura, a partir de 1 de junho, as salas de espetáculos e cinema passarão a funcionar com lugares marcados, com todas as filas ocupadas e um lugar de intervalo entre espectadores, O uso de máscara é obrigatório.

Sinopse

Os Pauliteiros de Miranda são um grupo de dança original das Terras de Miranda do Douro. Sem certezas quanto à sua categoria, na dança dos Pauliteiros podemos identificar elementos guerreiros, religiosos e rituais de dança.
Nos dias de hoje, os Pauliteiros de Miranda são uma das principais atrações do nordeste transmontano. Tem uma contribuição fundamental na divulgação desta dança tão particular que faz parte da cultura e tradição das Terras de Miranda.
Os Pauliteiros trabalham para que esta tradição seja divulgada pelo mundo, contribuindo para dinamizar atividades, festas e romarias. A preservação da nossa identidade cultural é uma base sólida para um futuro mais rico.
À semelhança da maioria das aldeias do planalto Mirandês, teve Fonte de Aldeia desde tempos imemoriais um grupo de pauliteiros (aliás o primeiro registo escrito sobre este tipo de dança alude precisamente a Fonte de Aldeia) que dançava especialmente na festa de Santa Bárbara, (festa de dança), percorrendo as ruas da aldeia pedindo esmola para a referida festa, e na qual o grupo é o organizador (mordomo) da festa.
A partir de finais da década de 50 esta tradição deixou-se perder, vindo a ser recuperada em 1998 graças a um grupo de jovens orgulhosos da sua terra, tradição e cultura, determinados em aprender e mostrar ao mundo, esta dança tão característica das Terras de Miranda. No grande êxito desta recuperação, esteve sempre a ACReFA, a associação cultural e recreativa da aldeia, à qual o grupo esteve sempre ligado.
Desde o seu início, este grupo teve oportunidade de percorrer o país de norte a sul e ilhas com enumeras participações em programas televisivos. Conta ainda com diversos espetáculos na vizinha Espanha bem como na França, Alemanha, Bélgica, Croácia, Cuba e Macau.

Preços

6€ [PREÇO ÚNICO]

Pontos de Referência

Estação de serviço da Cepsa (Olival Basto)
Rotunda do Senhor Roubado

Transportes Públicos

METRO - ESTAÇÃO SR. ROUBADO [LINHA AMARELA]
AUTOCARRO - 736 [SERVIÇO DIURNO] | 206 [SERVIÇO NOTURNO]

Estacionamento

Parques de Estacionamento públicos circundantes

-
Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda:

MARGEM

Teatro & Arte | Dança

Centro Cultural Malaposta

Auditório

Filipe Raposo - UM PIANO AFINADO PELO CINEMA

Música & Festivais | Concerto

Centro Cultural Malaposta

Auditório